Início Acerca da Roxell Notícias Comedouro de prato da Roxell: a melhor alternativa ao tratamento de bico

Comedouro de prato da Roxell: a melhor alternativa ao tratamento de bico
27-03-2018

Jan Hoving, de Zeewolde (NL), testou essa solução da Roxell em sua granja de recria. Para ele, a decisão de usar a desgaste natural do bico foi simplesmente questão de bom senso.

    

   

   

 

A partir de 1º de setembro de 2018, os tratamentos de bico feitos em galinhas serão proibidos nos Países Baixos. É um procedimento de rotina doloroso e estressante, feito para prevenir a ingestão de penas. A proibição dos tratamentos de bico, porém, não oferece outra opção para evitar os danos causados por esse comportamento. Prevenir é sempre melhor que remediar. A Roxell tem uma alternativa excelente que considera o bem-estar animal e a realidade econômica de incubadoras e avicultores. A Natural Beak Smoothing (desgaste natural do bico) é um produto novo que, agora, pode ser adquirido da Roxell.

“Usamos os sistemas da Roxell na nossa fazenda desde 1999”, diz Jan Hoving. “São produtos de qualidade nos quais você pode confiar. A Roxell não foi lá e colocou um produto antigo no mercado. Um produto como a desgaste natural do bico é uma solução meticulosamente pensada para um problema real e recorrente.

“Testamos a desgaste natural do bico em minha empresa. Foi só instalar os pratos inferiores novos, que têm textura áspera, nos comedouros Vitoo que usamos no período de recria das matrizes. Cada vez que as galinhas comem, esfregam o bico contra a textura áspera. Assim, o crescimento do bico é naturalmente controlado e as galinhas desenvolvem bicos bem formados. Os comedouros de corrente não oferecem alternativa aos tratamentos de bico, que estão com os dias contados. Os comedouros de prato da Roxell para matrizes, por outro lado, têm uma resposta para esse problema. Se quiser eliminar os tratamentos dolorosos e a ingestão de penas, a escolha é óbvia.”

Aspectos financeiros da desgaste natural do bico

“Durante os testes da desgaste natural do bico, começamos a ter algumas dúvidas, como: ‘Quanto tempo o comedouro inferior vai durar?’, ‘Por quanto tempo a textura áspera vai se manter?’ e ‘Será que é fácil limpar os comedouros texturizados?’ Durante ese período de teste, a Roxell e eu conseguimos responder a essas perguntas. Depois de 2 anos, ainda não percebi redução na aspereza dos comedouros inferiores. A Roxell alega que os comedouros inferiores mantêm seu efeito por 10 anos, no mínimo. A desgaste natural do bico também não exige enormes investimentos. Parece ser financeiramente vantajoso, mesmo no longo prazo. E limpar o comedouro texturizado não foi nenhum problema.”

Aprendendo a linguagem das galinhas

Jan Hoving estabeleceu uma fazenda em 1984 e construiu sua primeira instalação de recria 15 anos depois. Quando perguntam como aprendeu o ofício, ele responde: “Aprendi a linguagem das galinhas. Com ‘aprender a linguagem das galinhas’, quero dizer que investi em sistemas adaptados ao comportamento natural delas. Também quero ter sistemas fáceis de controlar para que eu possa, por exemplo, ajustar a temperatura das instalações e ver como as galinhas reagem. Faço ajustes finos em determinados parâmetros até que as condições sejam perfeitas. Aprendi que esse controle preciso é essencial para ter bons resultados.”

Um futuro com mais pessoas

Jan Hoving é um empreendedor que está sempre de olho no futuro. Em 2014, comprou uma empresa de criação de matrizes em Groningen, norte dos Países Baixos. Também tem outros planos de investimento e expansão. No entanto, um dos maiores desafios continua a ser encontrar pessoas que queiram aprender o ofício e desenvolver a mesma paixão que Jan tem pela área. Há muitas oportunidades, portanto, para quem quiser aprender a linguagem das galinhas.

 

 

Resumo de notícias